Resenha: Extraordinário O Filme

Eu estava numa expectativa muito grande para assistir o filme Extraordinário. O livro tinha sido incrível e quando eu vi o elenco do filme logo vi que seria maravilhoso também. – Pra quem não sabe o filme é estralado por nada mais nada menos que Julia Roberts e Owen Wilson.

Eu tava super acompanhando as infos sobre o lançamento e jurava que seria lançado no Brasil em novembro. Mas advinha? Foi só em dezembro. 😂 Com isso, jurei que não ia rolar assistir e fiquei tristinha. Mas os migos deram o grito e avisaram que ainda estava em cartaz depois que voltei de viagem. Então corri pro cinema.

Sinopse:

Auggie Pullman é um garoto que nasceu com uma deformidade facial, o que fez com que passasse por 27 cirurgias plásticas. Aos 10 anos, ele irá frequentar uma escola regular, como qualquer outra criança, pela primeira vez. No quinto ano, ele precisa se esforçar para conseguir se encaixar em sua nova realidade.

Consegui arrastar a minha florzinha Kalinna pra assistir essa lindeza comigo. Como exagerada que somos pedimos um mega potão de pipoca e refrigerante. Consequência? Tive que sair numa parte do filme pra fazer xixi 🤦🏼‍♀️. Mas tudo bem porque eu sabia o que ia acontecer (é bem parecido com o que acontece no livro). 😝. E mesmo saindo, não perdi o time do filme e chorei claro!

Opinião Sincera:

Como eu disse, achei que o filme correspondeu e muito a história do filme. A personagem Ve demonstrou toda a profundidade que ela tem, e o Auggie mostrou como a maldade não existe na cabeça das crianças, mas sim que é ensinado a elas.

Pra mim, esse filme/livro nos mostra que precisamos olhar melhor uns para os outros. Que precisamos aprender o que realmente é importante para nós, nos doar uns aos outros, e nos permitir viver. Independente do que as pessoas possam pensam sobre nós.

Mais sobre o livro: Resenha: Extraordinário

Anúncios

Redecorando a sala – mais uma vez

Bom, já faz dois anos que fizemos a primeira parte da mudança da nossa sala. E eu já estava bem incomodada com o que faltava (mas ainda falta 😂). Os móveis da sala de jantar e o hack não combinavam com o restante da casa e a parede verde já estava lá bem uns 4 anos. E sentia que precisava dar mais um toque pra deixar ela com a nossa personalidade.

Por isso, escolhemos colocar papel de parede. Mas bicho que treco difícil/chato de colocar. Sério! A parte inicial é bem complicada e emendar também da um nó na cabeça.

O processo levou a tarde toda e só fluiu quando decidimos deixar pra lá a perfeição.

Esse papel de parede comprei no mesmo site que do meu quarto o Papel e Parede, não vou dizer que recomendo, pois não sei se o problema foi a gente ou o papel. Mas gente, o negócio não encaixava nem a pau. Lemos na internet algumas pessoas dizendo que na hora de colocar esses de tijolos acabam recortando. Mas enfim.

Os móveis compramos na Tok Stok no último black friday e valeu muito a pena considerando que amo demais os móveis de lá. 😝

Confira rapidinho o vídeo, mostro apenas um pouco por motivos de: esse negócio estressa qualquer um.

Antes

img_1902

Depois

img_1927

Inicialmente a ideia era colocar o papel nessa parede lateral (onde tem os quadros), porém ainda estamos na dúvida. Se pintar uma amizade sincera pra me ajudar a colocar, quem sabe?! rsrs

Vou deixar o link de tudo que compramos, mas não levem em consideração os valores, pois no nosso caso foi pagamos tudo em promoção. 😉

E aí, o que acharam? Eu amei! ❤ Tô super inlove com essa sala.

Kit Desamarelador – Garnier

Bom, antes de viajar eu tive a brilhante ideia de usar uma progressiva no meu cabelo SEM SABER se ela era compatível para cabelos loiros 🤭 Ou seja, deu meleca né gente?!

Todo o topo do meu cabelo ficou MUITO amarelado, aí começou a saga. Consegui antes de viajar suavizar boa parte do loiro amarelo e lá em Orlando comprei um shampoo pra ajudar e ajudou, mas não resolveu. Então decidi procurar outras alternativas (até leite morno botei 😂) aí lembrei de um produto que a Alice Salazar já tinha feito um publi.

Comprei o Kit Desamarelador da Garnier bem baratinho por R$ 14 e torci pra resolver. Porém Brasil, não resolveu. Eu mostrei no vídeo como fiz e o resultado.

DICA: Procure um profissional e na falta de dinheiro não faça. (Essa dica é um lembrete eterno pra mim, claro!)

Agora ficaremos como? Prendendo forever esse cabelo, porque não dá pra ficar olhando pra essa amarelo não. kkkkk #agentesentaechora – Um detalhe que não mencionei no vídeo, pois só notei depois, é que o produto super ressecou meu cabelo. Ou seja, além de não ter tido efeito, ainda danificou o que já não tava bom. Aff

Enfim, gente. Veremos as cenas dos próximos capítulos né?! rsrsrs